A Escola da Minha Vida

brincar

Sonhei com uma escola
Onde pudesse
Expressar meus sentimentos,
Onde aprender
Seria algo tão natural
Como olhar para o céu

Uma escola onde a matemática fluísse
Como oportunidades
Para eu ter certeza que dividir
Com o outro é responsabilidade
Multiplicada em mim

Uma escola que tivesse o corpo
Como a melhor tecnologia da aprendizagem
Para meu autoconhecimento
Onde meu pensamento impulsionasse
A maior energia do Universo

Uma escola onde
Pudesse dormir
Quando tivesse sono
E recomeçasse de onde tivesse parado

Uma escola que quando meu coração
Estivesse triste
Eu pudesse ser eu mesma
E falasse da minha alma
Pro outro sem medos no meu ser

Uma escola que tivesse conteúdos
Em caixas quânticas
Pra eu brincar de aprender brincando
Onde pudesse expressar minhas ideias
E falasse muito…
Fazendo da vida uma peça de teatro
Onde risos e choros seria a mesma coisa

Uma escola que eu pudesse fechar o livro
Quando não gostasse
E que aprendesse a ler nas entrelinhas
Das páginas da vida
Uma escola onde os trabalhos em sala
Fossem leves e divertidos
Cheios de lições
Sendo um encanto só
Para eu acreditar na vida
Como um bom romance

Uma escola em que eu fosse
Aprendendo que nas pedras
No meio do caminho
Há sempre harmonia e arte

Uma escola que misturasse as informações
Sobre tudo
Para os momentos
Que eu não quisesse saber
De mais nada
Criando uma visão para o amanhã
Que é o hoje em mim

Uma escola que eu pudesse descobrir
Em cada aula
Que satisfação existe
E aprendesse a carregar as memórias no coração
Onde gratidão fosse abrindo caminhos secretos
Para abundância de vida
Em descobertas nos espaços geográficos

Uma escola onde os conteúdos em aspirais
Carregassem a grandeza do DNA
Da existência humana
Em abundancia
Na certeza de que não existisse nada além de Deus

Uma escola onde as imagens
Pudessem tocar em níveis que construíssem
Um aprendizado emocional
E que formasse em mim
Nova consciência
Em comunhão com a natureza

Uma escola onde avaliar fosse:
Observar os gestos, os passos, os olhares, o pensar, o crescer,
O falar e principalmente o calar.

Clemes Menegassi                                                                          brincando-com-argila-9_2994614